Um acidente de trânsito deixou duas vítimas fatais na BR 101, trecho do município de Laje (BA), na madrugada deste domingo, dia 13. Samoel Santos da Silva e Hauan Ramires Mota dos Santos, residentes em Laje, voltavam de um show, quando ao passarem em frente ao Posto Grande Vale, o veículo Fiat Palio que estavam colidiu de frente com uma carreta. Ambos morreram presos às ferragens. Não há informações sobre o estado de saúde do caminhoneiro.

Samoel tinha 25 anos, era compositor, cantor, instrumentista, técnico em agropecuária e funcionário da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente em Laje. Ele era filho de Honorato, conhecido como Renato do Sindicato e Maria Dinalva, conhecida como Dazinha. Já Hauan era percussionista, havia se formado em farmácia pela FAMAM em dezembro do ano passado e tinha recebido o CRF na última sexta-feira, dia 11. Ele era filho de Claudio José e Geonice Mota. Hauan trabalhava no Laboratório Fernando Queiroz.

As causas do acidente são desconhecidas, o que se sabe é que chovia bastante no momento da colisão. Os corpos foram velados na Câmara Municipal de Laje e o sepultamento aconteceu na tarde deste domingo no Cemitério Local.

Matéria: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo