Durante a Flica 2019, em Cachoeira, a jovem Larissa Novais, da cidade de Nova Redenção, na Chapada Diamantina, apresentou no Espaço Educar para Transformar, a crônica “Mãe Preta”, uma história elaborada por ela para o projeto Educação Patrimonial e Artística (EPA).

Ao Tribuna do Recôncavo, Larissa falou que seu texto representa o que acontece com as mães nas favelas brasileiras, que sempre estão perdendo seus filhos para o racismo e para a violência. A crônica de Larissa conta a história de uma mãe negra que chora ao ver o seu filho morto.

“É triste mas é necessário que a gente esteja sempre fazendo esse tipo de intervenção, porque quem tem que lutar somos nós”, disse Novais.

Confira no vídeo abaixo a entrevista e parte da crônica:

Reportagem, redação e edição: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo