Um caminhoneiro foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal na tarde deste último domingo, dia 14, transportando 26 comprimidos de anfetaminas (rebite). O flagrante ocorreu durante fiscalização no Km 720 da BR – 101, em Eunápolis (BA).

Era por volta das 16h35, quando os policiais abordaram o caminhão Mercedes Benz/Atego, com placas do estado do Espírito Santo. Durante a fiscalização, verificou-se que o condutor tirou do bolso da bermuda uma cartela com 6 comprimidos de rebite. Após uma vistoria na cabine do caminhão, os policiais encontraram mais 20 unidades da substância. Ao todo foram apreendidos 26 comprimidos intactos de “Nobésio Extra Forte”.

Esse medicamento é utilizado pelos motoristas como inibidor de sono, comumente conhecido como “rebite”, de forma a prolongar o tempo acordado e poder dirigir por longas distâncias. Diante dos fatos, foi lavrado o termo circunstanciado de ocorrência pelo crime de porte de entorpecentes. O motorista assinou termo de compromisso para comparecer perante o juiz quando for intimado.

Perigo uso descontrolado de anfetaminas

Nobésio (rebite): Com objetivo de dirigir várias horas seguidas, sem descanso, para cumprir prazos predeterminados ou até faturar um extra no final de cada viagem, alguns motoristas de caminhão optam em utilizar o rebite. A substância, uma anfetamina, é um estimulante do sistema nervoso central e faz com que o cérebro trabalhe mais depressa e cause nas pessoas a impressão de diminuição da fadiga – já que conseguem executar uma atividade qualquer por mais tempo – de menos sono, perda de apetite e de aumento da capacidade física e mental.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: PRF