Os corpos de três das quatro crianças que sumiram na quarta-feira, dia 1º, após a canoa em que estavam virar no Rio Paraguaçu, na altura de Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo da Bahia, foram encontrados sem sinais vitais na manhã deste sábado, dia 4. Duas pessoas continuam desaparecidas.

Os corpos são de Anatália Pereira do Nascimento, 14 anos e Adriele Soares, 9 anos. Eles foram localizados entre as 6 e 8 horas por um irmão e primo das vítimas. Já o terceiro corpo, de Luis Felipe Pereira de Sá, 5 anos, foi localizado por volta das 11 horas pelos bombeiros do 13°GBM/Gmar e 2°GBM de Feira de Santana.

As crianças residem em Tapiaçu, distrito de Cabaceiras do Paraguaçu. Segundo Priscila Leôncio, tia das crianças, elas foram visitar a bisavó por alguns dias em Santo Estevão e quiseram voltar para casa, na quarta, de canoa.

A embarcação virou no meio do rio e apenas o tio das crianças, Paulo Roberto, conseguiu chegar às margens para pedir ajuda. As crianças não sabiam nadar. Paulo é pai de um dos desaparecidas, Natália, de 14 anos. Ele conduzia a canoa quando o acidente aconteceu. Paulo contou que a embarcação tombou e rapidamente entrou água, o que fez a canoa afundar.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Correio 24h e TV Bahia