A Campanha “Doar é a Onda do Verão”, da Fundação Hemoba, foi lançada nesta quarta-feira, dia 18, no Hemocentro Coordenador, em Salvador, com a presença da cantora Ju Moraes. Como doadora regular de sangue, aproveitou o momento para dar o exemplo da importância e necessidade deste ato solidário para salvar vidas. “Há mais de dez anos comecei como doadora. Confesso que nesses últimos dois anos de pandemia eu não vim e agora estou aqui para fazer a minha doação. Principalmente, nesta época do ano, que a gente sabe que além de diminuir o número de doadores, ainda tem muitos acidentes por causa da situação de muita festa, de muita farra. Mas do que nunca precisamos estar aqui para fazer a nossa parte.”

O lançamento ainda teve a participação da banda de percussão MAMBAHIA, integrada por músicos percussionistas da Timbalada e do Olodum, que animaram os presentes com uma batida de alegria contagiante. Além disso, estiveram presentes baianas com seus trajes típicos e alguns membros dos Filhos de Gandhy, grupo de afoxé tradicional fundado por estivadores portuários. O objetivo da campanha é mobilizar os voluntários e conscientizar a população sobre a importância da doação regular de sangue, principalmente, no verão. “No período do verão, há uma queda no número de doadores influenciada pelas férias escolares e viagens. Além disso, existe uma preocupação com o maior fluxo de turistas e de tráfego nas estradas, que cresce o risco de acidentes de trânsito e, por consequência, pode aumentar a necessidade por transfusão de sangue nas unidades hospitalares”, avalia Luiz Catto, diretor geral da Hemoba.

Na capital baiana, o Hemocentro Coordenador recebe os doadores de segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h às 16h30. Nesta semana, o Hemóvel (unidade de coleta externa de sangue) está no Shopping Itaigara, das 8h às 17h; nos hospitais do Subúrbio e Ana Nery, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30, no Roberto Santos, das 8h às 12h e 13h às 17h. Já no Hospital Irmã Dulce, a coleta funciona de segunda a sexta-feira, das 7h10 às 11h30 e das 13h às 16h. Para conferir o horário de atendimento no interior do estado, acesse o site: hemoba.ba.gov.br .

Critérios para doação de sangue – Para doar é preciso ter entre 16 e 69 anos, sendo que os menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal, é necessário também apresentar um documento original com foto, estar com o peso acima de 50 kg, bem de saúde, descansado e alimentado, ter evitado alimentos gordurosos algumas horas antes da doação, não fumar por pelo menos duas horas e não ingerir bebida alcoólica 12 horas antes.

Cadastro de medula óssea – O cadastro de medula óssea pode ser feito em todos os postos de coleta da Hemoba, na capital e no interior, com a coleta de uma amostra de 5ml de sangue. Para se tornar um doador, é necessário ter entre 18 e 35 anos de idade, estar em bom estado geral de saúde, não possuir doença infecciosa ou incapacitante e não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico. Os dados pessoais e os resultados dos testes serão armazenados no REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea), coordenado pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA).

ASCOM