A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), aprovou a revogação da decisão que limitava a quantidade máxima de 12 preservativos por embalagem.

De acordo com o órgão, não há uma justificativa técnica convincente, considerando a decisão anteriormente tomada como excessiva.

A Agência garantiu que com a mudança, não haverá risco sanitário para a população, além disso, a recente medida torna amplo “o acesso a preservativos e outros insumos estratégicos”. O pedido para a revogação da exigência partiu dos fabricantes de preservativos.

Bahia Noticias