A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou na manhã do dia 2, em Simões Filho (BA), região metropolitana de Salvador, um automóvel Ford/Ka que havia sido roubado momentos antes na rodovia. Tudo começou quando a equipe da PRF realizava fiscalização ostensiva na altura do quilômetro 609 da BR 324, em Simões Filho (BA) e visualizou um homem gesticulando em direção a viatura. Ele disse que tinham tomado de assalto seu veículo e o criminoso estava armado e o obrigou a desembarcar do carro.

Os PRFs empreenderam diligências e conseguiram identificar o veículo que estava em fuga. Teve início um acompanhamento tático. Foram realizadas várias tentativas de parada, com o uso dos dispositivos sonoros e de iluminação de emergência (giroflex). O automóvel só parou após o condutor perder o controle da direção e sair da pista nas imediações da BA 528. O homem abandonou o veículo e fugiu a pé em direção ao matagal. Dentro do veículo foi apreendido um revólver calibre 32 e mais 3 munições intactas. O carro foi guinchado para o posto da PRF.

A vítima relatou aos policiais que trabalha como motorista por aplicativo e que foi acionado para levar um cliente. Durante o percurso, o elemento anunciou o assalto sacou uma arma de fogo e subtraiu o carro. O proprietário, ao ser informado da recuperação, ficou grato e extremamente feliz com a condução do ocorrido. Ele gravou um vídeo em agradecimento aos policiais responsáveis pela ocorrência.

Confira:

Nos primeiros cinco meses de 2022, a Polícia Rodoviária Federal já recuperou em território baiano 380 veículos roubados ou furtados.

Sistema Sinal da PRF

O Sistema Sinal é uma importante ferramenta no combate ao crime de furto/roubo de veículos, pois disponibiliza aos policiais rodoviários federais em todo o país, imediatamente após o registro, informações de ocorrências desse tipo de crime.

Importante

O registro no sistema Sinal da PRF não substitui a confecção do Boletim de Ocorrência na Polícia Civil. Inclua seu veículo roubado/furtado no Sistema Sinal através do site www.prf.gov.br/sinal ou pelo telefone de emergência da PRF 191.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: PRF