O excesso de barulho provocado por carros de passeio com sons alto tem sido motivo de reclamação frequente da população através do SICOM (Sistema de Comunicação Integrado), de Santo Antônio de Jesus, que atende chamadas da Polícia, SMTT e Corpo de Bombeiros. O Capitão Vaz da Polícia Militar do município, comentou a situação em entrevista.

Segundo o oficial, além de ser nos fins de semana que população mais pede intervenções diante de casos de poluição sonoras, muitos estão ligados aos paredões, “principalmente nos finais de semana a nossa maior efetividade em relação a atendimento é justamente problemas ligados a poluição sonora, então nós temos hoje uma gama de ocorrências ligadas a isso. Nós temos infelizmente bares que funcionam na zona rural, tem aqueles famosos paredões. O código brasileiro estabelece que todo som fora do veículo deve ser apreendido se estiver ligado emitindo alto ruído, acima de 80 decibés”, explicou.

Buscando garantir a tranquilidade da população, o Capitão informou que tem buscado parcerias com outros órgãos competentes para tratar do assunto, “eu tenho conversado com alguns outros órgãos, como o Ministério Público, com a SMTT para que a gente possa realizar em conjunto operações para coibir esse fato”, disse. respeitar a Lei nº 126/ 77, a chamada, Lei do Silêncio, prevê multa ou reclusão de quinze dias a três meses para quem perturbar o sossego de terceiros.

Voz da Bahia