A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, dia 17, operação para desarticular grupo criminoso que comercializa produtos, como eletrônicos, brinquedos e artigos recreativos, descaminhados ou contrabandeados na internet. Batizada de Operação Tântalo, as investigações se concentram na região de Dracena (SP).

Nos últimos cinco anos, apenas uma das empresas acusadas comercializou irregularmente mais de 12 mil itens, faturando mais de R$ 12 milhões. A PF começou a investigar em meados de 2021, após uma ação de repressão aduaneira da Receita Federal em diversas partes do Brasil, quando foram identificados os suspeitos.

Foram expedidos mandados de busca e apreensão deferidos pela Justiça Federal em Andradina (SP). Havia possibilidade de imóveis estarem sendo utilizados como entreposto de mercadorias oriundas do Paraguai. Os envolvidos poderão ser responsabilizados pelo crime de descaminho e de contrabando apenados, com reclusão de um a quatro anos e de dois a cinco anos, respectivamente.

Agência Brasil