O deputado federal licenciado Nelson Pelegrino (PT), que é o atual secretario de desenvolvimento urbano da Bahia, teve seu nome aprovado para uma vaga de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA). A chancela veio por meio de votação secreta e semipresencial na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) por 50 votos a favor e dois contra.

O líder da bancada de oposição, Sandro Regis (DEM), provocou uma certa apreensão durante a sessão. Prestes a iniciar os encaminhamentos, o deputado solicitou tempo, apesar de antes já ter declarado apoio à indicação. A sessão foi suspensa por 10 minutos sob clima de tensão. Em seguida, ao retornar para o plenário, encaminhou pelo voto favorável, reconhecendo a “competência” do indicado para o cargo.

Estiveram ausente os deputados Soldado Prisco (PSC) e Tom Araújo – este foi submetido a uma cirurgia no último sábado (reveja). Pelegrino conseguiu aglutinar uma série de apoios de legendas dos blocos de situação e oposição. A indicação oficial, que ficou sob responsabilidade da Casa, foi assinada pelo presidente Adolfo Menezes (PSD) e divulgada na edição do dia 31 de agosto do Diário Oficial Legislativo. Na última terça (7), Pelegrino passou por sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Metro1