O jogo contra a Atalanta foi um turbilhão de emoções para o Manchester United. Do 2 a 0 no primeiro tempo, para a vitória por 3 a 2 no segundo. Da iminente lanterna à liderança do Grupo F na Liga dos Campeões. Das vaias à euforia da torcida. Do técnico ameaçado a um Solskjaer aplaudido.

As leituras são muitas. O que não muda é o poder de decisão de Cristiano Ronaldo. Foi dele o gol que garantiu o triunfo em Old Trafford nesta quarta-feira, dia 20, quase no fim da partida. Antes disso, Pasalic e Demiral haviam marcado para o time italiano, aos 14 e 28 minutos da etapa inicial, respectivamente. Rashford diminuiu aos sete do segundo tempo, e Maguire empatou aos 29.

Assim como na vitória sobre o Villarreal, Cristiano Ronaldo evitou de novo um resultado ruim para o Manchester United em casa. Terceiro gol dele nesta Champions League. Agora o português soma 137 na história da competição (maior artilheiro), em cima de 38 times diferentes. E ele fez isso num jogo especial, o de número 300 dele com a camisa da equipe inglesa.

Globo Esporte