O ex-governador do Paraná, Beto Richa, teve pedido de habeas corpus concedido. Nesta quinta-feira (4), a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), por dois votos a um, determinou a liberdade do tucano.

No dia 19 de março, Richa foi preso por obstrução de justiça por estar envolvido em desvios de mais de R$20 milhões em obras de construçãoe  reformas de escolas públicas do estado entre 2012 e 2015. A defesa alega que vai provar a inocência do ex-governador. O ex-governador não terá que utilizar tornozeleira eletrônica, mas vai ter que entregar o passaporte.

Além disso, Richa vai cumprir recolhimento domiciliar, e não poderá ter contato com outros réus da operação Quadro Negro, que investiga uma organização criminosa que supostamente movimenta pagamentos de propina por meio do favorecimento de empresas privadas contratadas pelo Governo do Paraná.

Fonte: G1 | Redação: Bahia Noticias