A produção de ovos do distrito de Massaroca, em Juazeiro (BA), ganhou espaço nas prateleiras de estabelecimentos comerciais da região. Com investimentos do Governo do Estado na Cooperativa Agropecuária Familiar de Massaroca e Região (Coofama), os agricultores familiares cooperados têm aumentado a criação de galinhas caipiras e garantido renda com a venda dos ovos.

A Coofama vem recebendo recursos da ordem de R$1,1 milhão, por meio do projeto Pró-Semiárido. Com a estruturação de aviários, acompanhamento técnico continuado, adequação das unidades de ovos e apoio técnico e na gestão, atualmente, estão sendo vendidos pela cooperativa 54 mil ovos por mês, beneficiando diretamente 90 agricultores familiares das comunidades de Canoa, Cachoeirinha, Curral Novo e Lagoa do Meio.

Toda a produção da Coofama é levada para o Entreposto de Ovos da Caatinga, primeiro empreendimento da agricultura familiar certificado pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), que foi implantado também com o apoio do Pró-Semiárido. No entreposto, os ovos passam pelo processo de higienização, classificação e ovoscopia, processo que identifica se o ovo tem algum problema. Os ovos são comercializados em mercados na sede do município de Juazeiro, na Central da Caatinga, nos distritos próximos e em pequenos mercados de comunidades da região.

Os agricultores familiares utilizam o sistema de produção caipira ou capoeira, como é chamada regionalmente, onde as aves pastejam e são suplementadas ao fim do dia, um manejo que preza pelo bem estar animal. Em breve será construído um quiosque, às margens da BR 324, com o objetivo de comercializar os produtos da cooperativa, além de realizar a feira agroecológica semanal.

O Pró-Semiárido é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Fundo Internacional para Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: SDR