A Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) realizou, na última quarta-feira, dia 11, uma visita diretiva no Conjunto Penal de Feira de Santana, a fim de avaliar as condições do estabelecimento. A ação foi motivada pelos recentes incidentes de segurança ocorridos no estabelecimento nos pavilhões 2, 6 e 8.

Além de se reunir com o diretor do presídio, José Freitas Júnior, os representantes do TJ-BA realizaram uma vistoria nos pavilhões citados e entrevistaram, de forma reservada, alguns internos com a finalidade de entender a dinâmica dos acontecimentos. Após a visita, a Corregedoria solicitou à Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), em caráter de urgência, a disponibilização de scanner corporal, a fim de evitar a entrada de objetos proibidos no conjunto penal, tais como telefones celulares. Também foram expedidas orientações de segurança para o Conjunto Penal, com o objetivo de garantir a tranquilidade do espaço e prevenir a ocorrência de novos incidentes.

A realização de visitas em Complexos Penais pela equipe da Corregedoria-Geral do TJ-BA é uma oportunidade de conhecer a realidade do sistema prisional, especialmente no interior do Estado, com vistas a contribuir para a melhoria do local e promover programas de ressocialização. Estiveram presentes a juíza assessora especial Liz Rezende de Andrade, representando o corregedor-geral, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, o juiz titular da Vara de Execução Penal de Feira de Santana, Fábio Falcão; e o diretor do presídio, José Freitas Júnior.

Ascom