Com o intuito de entregar um espaço adequado para que catadores e catadoras de materiais recicláveis avancem no trabalho ambiental, que gera emprego e renda e é base de sustento de suas famílias, representantes da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), visitaram nesta quinta-feira, dia 19, as obras de uma unidade de coleta e reciclagem de resíduos sólidos, localizada em Feira de Santana (BA).

O galpão, executado pela CAR, com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Funcep), será gerido pela Cooperativa dos Badameiros de Feira de Santana (Coobafs). A previsão de entrega é ainda no primeiro semestre deste ano de 2023. A atividade de reciclagem da Coobafs é realizada por pessoas, que em sua maioria, são ex-catadores do antigo lixão do município.

O grupo visitou também a Associação Regional dos/as Trabalhadores(as) em Materiais Recicláveis de Feira de Santana/BA (Artemares) que já atua há 12 anos realizando esse serviço. O diretor da associação, Jaílton Cardoso, apresentou o trabalho desenvolvido e a importância dele. “Nós processamos mais de 60 toneladas de resíduos entre plástico, papel e metal. Quando a gente soma os recicladores de Feira de Santana e das cidades próximas, temos mais de 100 pessoas que conseguem uma renda média de um salário mínimo, a partir do que elas coletam”.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: SDR/CAR