Pela terceira vez consecutiva, a Ouvidoria de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), admitiu erros de arbitragem em jogos do Bahia. Nos dois primeiros, contra Juventude e São Paulo, deixaram de ser marcados pênaltis a favor do tricolor baiano, e no terceiro, quando enfrentou o Flamengo, foi marcado um pênalti contra o Bahia.

O clube entrou com representação na CBF contra a arbitragem e teve como retorno, nesta quarta-feira, dia 17, o parecer informando que “o reclamante tem razão”. No lance em questão, o árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo marcou um pênalti a favor do Flamengo, por enxergar que a bola teria tocado no braço do zagueiro tricolor, Germán Conti.

Ele foi chamado pelo Árbitro de Vídeo (VAR – sigla em inglês) para revisar a decisão. O parecer foi escrito pelo ouvidor Manoel Serapião Filho, que responsabilizou também a equipe do VAR, que não confirmou que a bola não teria tocado no braço do zagueiro.

Bahia.Ba