Familiares convidam a todos para a missa pelo falecimento de José Augusto Vieira, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Varzedo (BA), neste domingo, dia 28, às 19h30. Zeca de Coló, como era conhecido, tinha 93 anos e faleceu por causas naturais no último dia 17 de julho.

Nascido na Fazenda Capeba, no município de Varzedo, Zeca nunca foi à escola, mas aprendeu e escrever com seu tio, na roça, utilizando um palito de madeira como caneta e folha de bananeira como papel. Sempre foi curioso e aprendeu a arte de pedreiro, carpinteiro, funileiro, soldador, além do trabalho na roça.

Em 1932 comprou 8 tarefas de terras e foi morar sozinho na Sucupira, zona rural do município vizinho de São Miguel das Matas. Em 1967 casou-se com Maria de Lourdes Nascimento Vieira com quem teve um único filho, Manoel Augusto Vieira, o professor Manoel, ex-secretário de administração do município de Varzedo de 2009 a 2015.

Com a implantação da iluminação pública no distrito de Varzedo, na década de 50, naquela época feita a candeeiros abastecidos com querosene, mesmo morando na roça, Zeca de Coló dava a manutenção necessária às poucas lamparinas instaladas no Distrito. Em 2004 passou a morar na Praça do Mercado, em Varzedo, numa casa ao lado da residência do seu filho Manoel.

No último dia 18 de julho de 2019, acometido de uma pneumonia, Zeca Vieira faleceu deixando grandes lembranças e saudades aos seus amigos, vizinhos, parentes, e especialmente ao seu filho Manoel, sua esposa Dona Lourdes, à nora Roseli, e aos seus netos Rodrigo e Gabriel. Zeca também gostava da sanfona e do forró. Nossa homenagem a esse guerreiro, que com humildade, dedicação e força de vontade deixou o seu legado.

Fonte: Tribuna do Recôncavo