Dando continuidade à estratégia de implementação da política de comercialização de produtos da agricultura familiar, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), foi realizada na terça-feira (03/03), no Colégio Estadual João Leonardo, em Valença, uma oficina para discutir o tema. O Território de Identidade Baixo Sul é o 5º território a receber a plenária, que deverá acontecer em todos os Territórios de Identidade baianos.

Participaram do encontro representantes da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), cooperativas e associações da agricultura familiar, instituições que prestam serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater), Núcleo Territorial de Educação, Colegiado Territorial, diretores de escolas, secretarias de Planejamento (Seplan), do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Bahia Pesca e de secretarias municipais de Agricultura de 12 municípios do Território de Identidade Baixo Sul.

“Ao final do evento foram criadas comissões municipal e territorial do PNAE, que tem como papel planejar, monitorar e avaliar a execução do programa no Território Baixo Sul”, informou a diretora de Agregação de Valor e Acesso a Mercado da Superintendência da Agricultura Familiar (SUAf/SDR), Elisabete Costa, que observou ainda, que será ampliada a inserção desses produtos nas escolas: “Com isso estaremos fornecendo alimentação saudável para crianças e jovens das escolas públicas e dando oportunidade de criação de emprego e renda, fortalecendo as organizações que atuam junto à agricultura familiar”.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM-SDR