De acordo com o Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito da Serasa Experian, o mês de junho teve queda de 2,2% na procura dos consumidores por crédito no comparativo com o mesmo período do ano anterior. Com relação as faixas de renda dos brasileiros, todas tiveram queda na variação anual do índice, principalmente aqueles que recebem entre R$500 e R$1.000 (2,7%), seguido pelas pessoas que ganham entre R$1.000 e R$2.000, com diminuição 2,0%. Confira as informações completas no gráfico abaixo:

Procura do consumidor por crédito cai 2,2% em junho, revela Serasa Experian - economia

Procura do consumidor por crédito cai 2,2% em junho, revela Serasa Experian - economia

“A queda pela procura do recurso financeiro tem muito a ver com o cenário econômico, pois os juros estão ficando cada vez mais altos, ou seja, deixaram os consumidores mais cautelosos para avaliar as melhores oportunidades na hora de buscar por crédito, que tem sido um caminho para complementar a renda e honrar com os compromissos. Essas variações de sobe e desce pelas concessões de crédito é natural, à medida que a economia passa por esta instabilidade”, esclarece o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi.

Ainda na comparação ano a ano, a análise por região mostrou que, Norte e Sul foram as únicas que apresentaram alta: 4,2% e 2,5%, respectivamente. As demais, registraram queda, seguindo o ritmo de junho. A Centro-Oeste teve a maior diminuição, com 9,7%, seguido pela Sudeste, com 3,6%, e Nordeste, com 0,9%.

ASCOM