Cabo Verde irá alterar o nome do Estádio Nacional de Cabo Verde, localizado em Praia, capital do país africano, para “Estádio Pelé”. A mudança visa atender o pedido feito por Gianni Infantino, presidente da Fifa durante o velório do jogador nesta semana para que todos os países-membros da entidade batizem ao menos um estádio em cada país em homenagem ao Rei do Futebol.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro de Cabo Verde, José Ulisses Correia e Silva, em mensagem nas redes sociais. “Cabo Verde e Brasil têm uma história e uma cultura que andam de mãos dadas, visto que são dois países irmãos, ligados pela língua e identidades muito semelhantes”, afirmou. “Pelé foi e será sempre uma referência no Brasil, na nossa lusofonia e em todo resto do mundo, sendo um ídolo que liga várias gerações.”

Construído em 2010 e inaugurado em 2014, o estádio tem capacidade para 15 mil pessoas e é a casa da seleção nacional de Cabo Verde, país membro da comunidade lusófona. “Como homenagem e reconhecimento a esta figura que engrandece a todos, manifesto a intenção de nomear o nosso estádio nacional, como ‘Estádio Pelé’, numa iniciativa à qual, acredito, que vários países pelo mundo nos acompanharão”, afirmou o primeiro-ministro.

Metro1