Representantes do Ministério Público da Bahia se reuniram na última segunda-feira, dia 5, com o comandante do Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe), Elbert Vinhático Neves, para discutir as medidas de responsabilização pelos atos de violência praticados pelos integrantes de torcidas organizadas do Bahia e do Vitória no domingo, no bairro de São Caetano, em Salvador.

De acordo com o órgão, na reunião foram alinhadas ações que serão adotadas e divulgadas em momento oportuno. O MP também acompanha o caso na esfera cível, por meio das Promotorias de Justiça de defesa do consumidor na capital, e avalia as ações a serem adotadas para responsabilização dos dirigentes das torcidas organizadas e a garantia dos direitos dos consumidores que frequentam os eventos esportivos.

As informações e vídeos divulgados nas redes sociais que mostram os atos de violência foram encaminhadas ao Gaeco nesta segunda para avaliação e tomada das medidas cabíveis na esfera criminal.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1