O Rio São Francisco tomou a orla de Juazeiro, no norte da Bahia, nesta segunda-feira, dia 16, após a vazão da barragem de Sobradinho igualar ao patamar atingido no ano de 2022, quando chegou a liberar 4.000 metros cúbicos por segundo, o maior dos últimos 12 anos.

A liberação ocorreu por causa das chuvas na região. A vazão atual significa cinco vezes a normal, que é de 800 metros cúbicos. Na Orla 2, local em que os moradores usam para fazer exercícios físicos e andar de bicicleta, não é possível transitar por causa da água. De acordo com a Defesa Civil do município, a vazão coloca famílias ribeirinhas em estado de alerta.

O bairro Angary, em Juazeiro, um dos mais atingidos, oito famílias foram levadas para apartamentos locados pela prefeitura. A Chesf e as Defesas Civis da Bahia, Pernambuco e Alagoas realizaram uma reunião com mapas de áreas inundáveis das regiões ribeirinhas. A Defesa Civil de Juazeiro afirmou que mantêm famílias em estado de alerta e já prevê prejuízos para comerciantes de algumas regiões da cidade.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: G1/ Bahia