A Polícia Civil prendeu duas mulheres suspeitas da morte de Miguel Inácio Santos Filho, de 49 anos, no bairro Costa Dourada, na Serra, na Grande Vitória. O crime aconteceu em junho, mas as prisões das mulheres ocorreram no dia 22 de setembro. A filha, de 26 anos, e a mãe, de 50 foram, presas na região da Grande Jacaraípe.

As duas foram denunciadas pelo Ministério Público e são rés no processo. Os detalhes da investigação e das prisões foram divulgados pela polícia em entrevista coletiva nesta quinta-feira, dia 28. A vítima teria agendado um programa com Bruna Hoffman. Segundo o delegado Daniel Fortes, responsável pela investigação, eles tinham combinado um valor, mas após o programa houve um desacordo entre eles.

Segundo a investigação, Miguel pagou o valor a mais cobrado pela mulher, mas depois que o casal deixou a casa, ele retornou para tirar satisfações. O homem jogou uma pedra na janela e começou a discutir com a mãe de Bruna que estava dentro da residência. Segundo as investigações, Bruna também voltou para casa e inventou que o homem com quem tinha feito um programa, era estuprador. Ainda segundo a polícia, a informação enfureceu a população da região.

G1