O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública contra o município de Eunápolis (BA) e a prefeita Cordélia Torres. A ação visa proibir a realização de quaisquer eventos, especialmente o Pedrão, nas rodovias federais BR-101 e BR-367, sob pena de multa diária pessoal de R$ 100 mil.

Assinada pelo procurador Fernando Zelada, a ação pede a condenação do município de Eunápolis ao pagamento de indenização por danos morais coletivos, tendo em vista que o uso indevido da rodovia para a realização de eventos juninos ao longo de anos causou problemas no trânsito e aumento no número de ocorrências policiais.

A gestão municipal de Eunápolis lamentou a ação proposta pelo MPF, que desconsidera “a importância cultural e econômica do Pedrão”. Alertou, ainda, que a mudança de local do evento demanda tempo e um custo inviável, o que pode levar, inclusive, ao cancelamento dos festejos deste ano.

Fonte: Radar News via Bahia Noticias