O ENEM, principal porta de entrada dos brasileiros a universidades pública e privadas, contará com mais de 3,3 milhões de candidatos em 2022. Com a proximidade do grande dia, muitos estudantes podem passar noites em claro estudando, o que segundo o coordenador do curso de Educação Física da Faculdade Anhanguera, Dr. José Gustavo Tavares, não ajuda na preparação para a prova.

De acordo com o especialista, é importante separar um período para o descanso, respeitando o horário estipulado para os estudos sem sobrecarregar a mente, passo fundamental para controlar também a ansiedade que costuma aparecer nos dias que antecedem a prova.

“O indicado é que o ser humano durma oito horas diariamente, para que suas funções biológicas funcionem corretamente. Além disso, o sono impacta diretamente na criatividade, concentração e no lado emocional do indivíduo. Para um bom desempenho no Enem, portanto, é preciso que o estudante respeite os limites físicos e necessidades do corpo”, acrescenta o professor.

O especialista alerta ainda que estipular períodos de estudo e respeitar a saúde mental é fundamental para evitar crises de ansiedade e assim conseguir manter a calma a pressão da hora da prova.

O Enem contará no primeiro dia com 40 questões de Língua Portuguesa, 5 de língua estrangeira (inglês ou espanhol), 45 questões de Ciências Humanas e redação; enquanto no segundo domingo serão 45 questões de Matemática e 45 perguntas de Ciências da Natureza.

A seguir, o especialista elenca outras dicas para a ajudar os candidatos na reta final de preparação e no dia da prova.

– Prepare-se bem para a prova: é fundamental uma preparação antecipada e planejada, pois quanto mais bem preparado você estiver, menos ansioso se sentirá.

– Pratique exercícios físicos: uma rotina de exercício físico moderada é fundamental para aliviar a tensão e aliviar a mente, além de melhorar a memória, foco e a resistência.

– Faça exercícios de respiração: essa técnica ajuda no alívio da pressão cardiorrespiratória e aumenta a circulação de oxigênio no cérebro; inspire pelo nariz e solte pela boca, de maneira gradual e lentamente.

– Descanse bem antes da avaliação: um dia antes da prova, tenha uma boa noite de sono. Dormir bem é o “remédio” para combater a ansiedade. Quando dormimos melhor acordamos com a mente e corpo descansados e prontos para os próximos desafios.

Fontes: Anhanguera e Kroton