O dólar fechou o mês de outubro em forte queda de 1,43%, cotado a R$ 5,58, nesta quarta-feira, dia 03, após a ata da última reunião de política monetária do Banco Central mostrar que a autarquia considerou elevar a taxa Selic a ritmo mais agressivo e com os participantes analisando a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA).

As atenções seguiram voltadas também para as discussões em torno da aprovação da PEC dos Precatórios e do financiamento do Auxílio Brasil, novo programa que vai substituir o Bolsa Família.

A queda no encerramento é a mais intensa desde 1º de outubro (-1,47%) e com o resultado, o dólar acumula recuo de 1,03% no mês. No ano, ainda há alta de 7,75%. Já a Bovespa avançou 0,06%, a 105.617 pontos.

Bahia.Ba