A Federação Internacional de Futebol e Associados (Fifa) anunciou nesta sexta-feira, dia 01º, que a Copa do Mundo no Qatar, a partir de 21 de novembro, terá uma nova tecnologia para tornar a marcação de impedimentos mais rápida.

Chamada de “impedimentos semiautomáticos”, o mecanismo promete reduzir a checagem da posição dos jogadores. Atualmente o VAR (árbitro de vídeo) leva, em média, 70 segundo na conferência dos lances. A nova tecnologia deve reduzir o tempo para 20 segundos.

Para funcionar, todas as bolas que serão utilizadas no Mundial terão um sensor instalado no centro da esfera, permitindo conferir em que momento houve o contato com o jogador que passou a bola. Já os estádios terão, no mínimo, 12 câmeras conectadas para rastrear a posição de cada jogador em campo.

Metro1