Foi dada a largada para um dos principais eventos literários do Brasil, a Festa Literária Internacional de Cachoeira, carinhosamente chamada de Flica, que este ano chega a sua 10ª edição. A Festa Literária reunirá, entre os dias 3 e 6 de novembro, grandes nomes da literatura local, nacional e internacional, além de trazer espaços temáticos – Geração Flica e a Tenda Paraguaçu -, apresentações musicais e Casa do Governo, que terá atividades durante todos os dias.

A Flica é uma realização da Fundação Hansen Bahia em parceria com a empresa CALI com o patrocínio do Estado da Bahia, Bahiagás, e a LDM enquanto livraria oficial. Com o tema “Liberdade e Literatura Brasis”, a programação da Flica 2022 foi lançada oficialmente nesta terça-feira (11), na sede da Fundação Hansen Bahia (FHB), em Cachoeira. A Flica 2022 conta com a curadoria coletiva de Camilla França, Edgard Abbehusen, Paulo Gabriel Soledad Nassif e Clara Amorim.

De acordo com o coordenador geral da Flica, Jomar Lima, o evento esse ano traz inúmeras expectativas, tanto a nível cultural e educacional, como a nível de impacto econômico para o município e o seu entorno, tendo em vista que há dois anos ele não era realizado por restrições da Pandemia da Covid-19. “A 10° edição vem com várias novidades, começando pelos espaços  maiores e mais confortáveis até os espaços temáticos como o “Reconversas” voltados a diálogos com autores cachoeiranos e do Recôncavo, o “Palco Ritmos, que vai levar toda a diversidade musical da região, entre outras novidades”, destacou.

Ao longo dos quatro dias de festa, estão confirmados nomes como o do rapper MV Bill, das escritoras Cidinha Silva, Bárbara Carine e Carla Akotirene, dos escritores Ricardo Ishmael e Edgard Abbehusen, entre muitos outros. Também haverá apresentações teatrais e musicais, com Nelson Rufino, Ilê Aiyé, Filarmônicas Lyra Ceciliana, Orquestra Feminina do Recôncavo, entre outros.

Durante o evento de lançamento da Flica 2022, que contou com a presença de autoridades,  da imprensa e de artistas, o filósofo e ex-reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), João Carlos Sales, esquentou o clima que vai permear a Festa Literária deste ano, com um bate-papo sobre Linguaguem e Liberdade. A secretária de Cultura do Estado, Arany Santana, que também marcou presença no lançamento, destacou que o “Governo da Bahia mais uma vez cumpriu o seu papel, com a Cultura e a educação” patrocinando e contribuindo com a organização da Flica.

ASCOM