A exposição “Hécuba: um olhar fotográfico” retrata o premiado espetáculo “Por Que Hécuba”, uma realização da Companhia Teatro dos Novos, do Teatro Vila Velha, pelas lentes do fotógrafo e cientista social, Sílvio Benevides.

Com o principal objetivo de reverenciar o teatro baiano, a mostra entra em cartaz no dia 24 de outubro e segue disponível para visitação até o dia 10 de novembro, no prédio do Núcleo de Memória e Documentação do Recôncavo (NUDOC), na cidade de Cachoeira (BA). A mostra está aberta das 09 às 22h, de segunda a sexta-feira. A entrada é gratuita.

O drama e a tragédia da peça, que este ano venceu o Prêmio Braskem de Melhor Espetáculo Baiano de 2018, são revelados pelo jogo de luz e sombras presentes nas 30 imagens que compõem a exposição. “O principal desafio da fotografia de espetáculos é que, durante a cena, o fotografo não tem o controle sobre nada. A luz não está a serviço da fotografia, mas da narrativa. Ao mesmo tempo em que revela, também esconde”, explica Sílvio.

Com texto escrito pelo romeno Matéi Visniec, adaptado pelo diretor teatral Márcio Meirelles, a peça é ambientada na cidade de Troia, com passagens que acontecem na Grécia Antiga e no carnaval da Bahia. “Assisti o espetáculo dez vezes, desde a temporada de estreia em 2014. A exposição traz registros das montagens de 2018 e 2019. A cada vez que assistia, um arrebatamento. A peça é totalmente conectada com o mundo atual e com o Brasil, onde vemos homens serem presos injustamente e déspotas assumindo o poder”, comenta o fotógrafo.

Cachoeira recebe a Exposição “Hécuba: um olhar fotográfico” a partir desta quinta - noticias, cachoeira

Foto: Meniky Marla e Loiá Fernandes. Crédito: Sílvio Benevides

A tragédia da personagem Hécuba, interpretada pela atriz Chica Carelli, aborda a violência, a estupidez da civilização que prega o amor mas pratica o ódio. “Me sinto conectado à Hécuba, de alguma forma me vejo no drama dela. É esse encantamento pela arte cênica baiana que quero incentivar através da fotografia. Despertar nas pessoas, através das imagens, o desejo de prestigiar o teatro produzido na Bahia e que merece todo o nosso reconhecimento e respeito”, completa.

Sobre Sílvio Benevides    

Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia e Professor Adjunto na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), campus Cachoeira/São Félix. Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisa em Política e Sociedade (GEPPS) e integra o corpo de pesquisadores do grupo de pesquisa Corpo, Socialização e Expressões Culturais (ECCOS). Atualmente elabora projeto de pesquisa na área de sociologia da imagem com foco em retrato, corpo e memória.

Serviço:

Exposição: Hécuba: um olhar fotográfico

Fotógrafo: Sílvio Benevides

Visitação: 24 de outubro a 11 de novembro. De segunda a sexta-feira, das 09h às 22h.

Vernissage: 24 de outubro às 19h

Local: Núcleo de Memória e Documentação do Recôncavo (NUDOC)

Endereço: R. Ana Neri, 9, Cachoeira – BA, 44300-000

Telefone: (75) 3425-2238

Classificação indicativa: livre

Entrada franca

 

Informações: Wesley Cerqueira/ Trevo Azul