O Tribunal de Júri de Vitória da Conquista condenou o réu Anderson Jesus da Silva a 16 anos de reclusão pela morte de um adolescente de 13 anos de idade. A decisão foi tomada em júri popular na última quinta-feira, dia 28. A acusação foi sustentada pelo promotor de justiça José Junseira. O júri foi presidido pelo magistrado Rodrigo Souza Britto.

O caso aconteceu no dia 19 de setembro de 2019, por volta de 12h30, no bairro de Santa Cruz, em Vitória da Conquista. Na hora, a vítima caminhava pela rua quando foi surpreendido pelo réu, outro homem e um adolescente, todos num carro preto, que atiraram contra ele.

De acordo com as investigações, o crime foi motivado por disputa de facções por pontos de venda para o tráfico de drogas na região. A motivação foi considerada torpe, pois a vítima não tinha envolvimento direto com o tráfico, mas era irmão de um rival da outra facção, que estaria sendo procurado pelos rivais por um suposto crime cometido contra o tio de um deles. Como ele não foi encontrado, seu irmão, o jovem de 13 anos, foi morto como vingança.

Bahia Noticias