Representantes de associações e cooperativas da agricultura familiar, de instituições públicas da Bahia e do município de Valença, juntamente com organizações sociais de Valença e de outros municípios do Baixo Sul e do Vale do Jiquiriçá, reuniram-se, na última terça-feira, dia 17, no Encontro de Integração das Ações da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) no município de Valença. A reunião foi realizada no Complexo Escolar Gentil Paraíso Martins, na sede do município de Valença.

O principal objetivo do evento, que contou com debate sobre ações como o Programa Cacau Mais, o Projeto Bahia Produtiva, o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e a Regularização Fundiária, foi avaliar e repactuar os compromissos firmados entre os diversos parceiros que executam essas ações e a comunidade, visando o desenvolvimento da agricultura de Valença.

No encontro, além de serem debatidas as ações em curso e as perspectivas futuras, foram entregues motocicletas e equipamentos eletrônicos, que irão auxiliar na logística e no trabalho das equipes técnicas. Foram distribuídos ainda, para os beneficiários dessas ações, insumos que irão fortalecer sistemas produtivos estratégicos do município. As entregas integram uma ação realizada a partir da parceria entre a SDR e o Consórcio Intermunicipal das APAS do Baixo Sul (Ciapra). Por meio dessa parceria estão sendo entregues 30 motocicletas para viabilizar o serviço de ATER nos municípios do Baixo Sul que compõem o consórcio.

Foram debatidas experiências como a da comunidade Dois Riachos, na região do Orobó, em Valença. A agricultora Sueli Silva, presidente da Associação Vale do Piau, ressalta o quanto os investimentos em equipamentos, para uma cozinha comunitária e em um trator têm contribuído para o desenvolvimento das famílias da comunidade. “O Bahia Produtiva veio para mudar e nós já estamos sentindo a mudança em nossa comunidade. As mulheres com o empoderamento, com sua renda própria e contribuindo para a renda familiar e também agregando jovens, incentivando o trabalho e estimulando também a novos produtores se agregarem à associação e trabalharem no coletivo”.

Durante o evento foi anunciado o projeto Quilombo Legal, que atenderá, com regularização fundiária coletiva e ambiental, 44 comunidades remanescentes de quilombos localizadas em terras devolutas nos 15 municípios que integram o território Baixo Sul. A ação é executada por meio de parceria entre a Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA) e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR). No território mais 1.000 famílias estão sendo atendidas com a entrega do título de terra individual, em parceria com o consórcio Ciapra.

No território Baixo Sul além da assistência técnica direta da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), o serviço de ATER é executado também por meio de contratação em chamada pública para mais 2.700 famílias e mais 2.400 famílias por meio de parceria entre a SDR e o Ciapra.

No Baixo Sul mais 2.686 famílias são atendidas diretamente por meio do Bahia Produtiva, projeto do Estado da Bahia, executado pela CAR/SDR. Só em Valença são 357 famílias atendidas diretamente, em ações voltadas ao fortalecimento de sistemas produtivos como o do dendê, da mandioca, da piscicultura e do cacau, além de investimentos em quintais produtivos e no turismo de base comunitária.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: SDR/CAR