Após informações recebidas pelo Disque-Denúncia, guarnições da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa) de Porto Seguro (BA) encontraram, na manhã de quarta-feira, dia 15, uma residência que era usada como cativeiro ilegal aves silvestres, em Santa Cruz Cabrália.

O proprietário do imóvel confirmou que não tinha autorização alguma para ter em cativeiro as aves silvestres presas em gaiolas encontradas em sua casa. Os pássaros foram apreendidos e enviados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Porto Seguro.

Também foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) em desfavor do indivíduo. Manter em cativeiro e comercializar aves silvestres configura crime ambiental previsto em lei (Lei Federal nº 9.605/98).

Bahia Noticias