Já pensou ir ao salão de beleza fazer a manutenção do corte e aproveitar para retocar o botox no rosto? Após dois anos sem receber clientes presencialmente, muitos estabelecimentos estão investindo na diversificação de serviços para atrair e reter a clientela. Com as pessoas cada vez mais seletivas para sair de casa, a ideia é oferecer tudo no mesmo lugar: corte, depilação, manicure, massagem e tem até lugar apostando na aplicação de toxina botulínica e preenchimento com ácido hialurônico para os lábios e “bigode chinês”.

É o caso do Venice Hair, localizado na Alameda Santos, no bairro dos Jardins, em São Paulo. O estabelecimento investiu nessa tendência e optou por disponibilizar o serviço de aplicação de toxina botulínica dentro do salão. A mudança foi possível graças ao modelo de franquia store-in-store (loja dentro de loja) da rede Botocenter, que acompanha todo processo, desde a seleção e treinamento dos profissionais até a padronização visual e marketing do serviço.

“Escolhemos combinar as duas atividades para ampliar a gama de serviços para nossas clientes. Não queremos ser apenas mais um salão, mas um centro de beleza em que seja possível fazer tudo em um único lugar. Enxergamos essa necessidade da mulher moderna, de não ter que ficar indo a vários locais diferentes para fazer diversos procedimentos, elas gostam de vir ao espaço e fazer tudo em, no máximo, 1 hora”, detalha a proprietária do Venice Hair, Carolina Barbosa.

De salão para centro de beleza

A evolução dos serviços oferecidos nos salões cada vez mais apontam para uma transformação. Atualmente, é difícil encontrar um estabelecimento que não conte com uma manicure, que muitas vezes realiza também uma pequena massagem nas mãos e nos pés das clientes. Ou, pequenos empreendedores que aproveitam o espaço para vender peças de roupa, lingerie, entre outros produtos. Assim, para o futuro, a previsão é contar com salões que concentrem serviços de saúde, beleza e bem-estar no mesmo espaço.

No caso do popular “botox”, por exemplo, o procedimento precisa ser refeito mais ou menos a cada quatro meses, tempo adequado para retocar também o corte de cabelo ou a coloração. Para a rede especializada na aplicação da toxina botulínica, Botocenter, este tipo de sinergia entre os dois negócios, salão e clínica, são importantes para colaborar com o sucesso dos dois empreendimentos, que dividem os custos fixos com aluguel e impostos.

“Esse formato integra uma unidade da franquia dentro de outro estabelecimento que tenha a mesma sinergia, como salões de beleza, clínicas de estética, academia, entre outros. O modelo store in store é altamente rentável porque permite diluir os custos fixos com mais uma fonte de receita, além de compartilhar a estrutura de funcionários de limpeza e manutenção, por exemplo. Outro ponto é a praticidade, bastam 45 dias e uma área de 10 a 15 m² para instalar uma cabine de atendimento da Botocenter”, explica o diretor executivo da rede, Rafael Mansilla.

O investimento para somar este serviço ao portfólio do salão ou da clínica de estética gira em torno de R$ 97 mil, sendo que R$ 40 mil é revertido em toxina botulínica, custos de treinamento e ativação de redes sociais. A unidade de atendimento pode somar mais de R$ 500 mil no faturamento do estabelecimento no primeiro ano de atividade. Do ponto de vista do cliente, além da facilidade do local, a rede oferece parcelamento em até 6x.

Sobre a Botocenter

A Botocenter, rede de clínicas de estética especializadas na aplicação de toxina botulínica, nasceu em 2019 na cidade de Recife com a proposta de oferecer um serviço de qualidade com custo-benefício para os públicos das classes B e C. Atualmente a rede está presente em estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Sergipe, Tocantins, Mato Grosso, Rondônia, Bahia e Pernambuco.

ASCOM