Uma ligação clandestina de energia, com capacidade para abastecer 1.400 unidades residenciais durante um mês, foi removida de uma fazenda no povoado Campo dos Cavalos, em Juazeiro, no norte da Bahia. O dono da propriedade não estava no local e será intimado por conta de um inquérito policial instaurado pela Polícia Civil.

Por meio de nota, a Neoenergia Coelba informou que a ligação clandestina foi localizada na última quinta-feira, dia 12. A distribuidora estima que a energia desviada foi de 165 mil quilowatt-hora. Para identificar o ponto de desvio de energia, a Coelba utilizou softwares que conseguiram mapear a fazenda. A mesma tecnologia é utilizada no combate a esse tipo de crime em toda a Bahia. Foram deslocadas para a ocorrência seis equipes da distribuidora, três policiais e um perito.

Popularmente conhecidas como “gatos”, as ligações clandestinas representam riscos à segurança das pessoas e dos imóveis. A Coelba reforça que o furto de energia prejudica o fornecimento da região e pode causar problemas à rede elétrica. O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, com pena de até a oito anos de reclusão pela prática ilegal. Denúncias são feitas de forma anônima por meio do telefone 116 ou pelo site da Neoenergia Coelba.

G1/ Bahia