Professores de Jequié, no Médio Rio de Contas, Sudoeste baiano, protestaram nesta terça-feira, dia 09, contra a aprovação do parecer que altera o pagamento de gratificação. Mesmo com a ocupação da Câmara de Vereadores pelos docentes, a Casa aprovou por 13 votos a 5 o parecer conjunto da Comissão de Justiça e Finanças da Casa ao Projeto de Lei 019/2021.

De autoria do prefeito Zé Cocá, a proposta altera o pagamento Gratificação de Regência de Classe aos profissionais do Magistério. Em caso de aprovação, o pagamento das gratificações será pago na razão de 25% do vencimento base do profissional.

Os manifestantes afirmam que a proposta mexe no Plano de Cargos e Carreiras, com redução de salários. Nesta quarta-feira, dia 10, o projeto – intitulado de “PL da Maldade” pela APLB/Sindicato – será votado de fato.

Redação: Bahia Noticias | Informações: Blog do Marcos Frahm