Uma família do povoado de São Sebastião, pertencente ao município de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, está desabrigada pela segunda vez em um intervalo de apenas 6 meses. A primeira delas ocorreu em dezembro de 2021, quando a casa foi inundada pelos temporais que atingiram a Bahia; a segunda foi por causa de um incêndio que atingiu a casa neste mês.

Na casa vivem a dona de casa Jaqueline Silva junto com o marido e mais quatro filhos. O mais novo nasceu prematuro, tem hidrocefalia e inspira cuidados especiais, impedindo que a mãe trabalhe. O marido de Jaqueline também está desempregado.

Após as enchentes, a família passou dois meses em abrigos da prefeitura. Agora, eles se dividem entre casas de amigos e vizinhos.

Fonte: G1 via Metro1