A Secretaria de Educação emitiu uma nota, nesta terça-feira, dia 17, explicando as diferentes formas de como a matrícula dos alunos que desejam estudar na rede estadual de ensino em 2023 pode ser feita. Os alunos que já estudam na rede pública estadual e desejam permanecer na mesma escola em que cursaram o último ano letivo estão automaticamente matriculados. Entretanto, quem quiser se tornar aluno em 2023 ou pretende se transferir para outra unidade escolar precisa realizar a matrícula até o dia 24 de janeiro.

Aqueles que desejam ingressar este ano precisam apenas acessar o Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) e seguir as instruções para que a matrícula seja feita corretamente. Já aqueles que desejam realizar uma transferência só podem realizar o processo de forma presencial, na unidade escolar que cursaram o ano anterior. Vale ressaltar que os estudantes que não possuem acesso à internet podem se direcionar até escolas da rede estadual para receber o auxílio necessário e realizar devidamente a matrícula.

Vias originais e cópias legíveis do histórico escolar, da Carteira de Identidade (RG) ou Certidão de Registro Civil, do Cadastro de Pessoal Física (CPF), de um comprovante de residência, da Carteira de Vacinação devidamente atualizada e de uma cópia legível do RG e do CPF do responsável legal do estudante.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1