“Preparamos o Brasil para o futuro. Estamos entregando um legado, uma garantia que nenhum irmão brasileiro sem internet em casa, no celular, ou onde estiver”, afirmou o ministro das Comunicações, Fábio Faria, nesta quarta-feira (7), em Brasília. Faria apresentou um balanço das ações à frente da Pasta durante a cerimônia “5G Brasil – o legado de um país conectado”.

Na oportunidade, o Ministério das Comunicações (MCom) firmou contrato de R$ 796,7 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O recurso é o primeiro, em 22 anos, viabilizado pelo Fundo de Universalização de Serviços de Telecomunicações (Fust) e será utilizado no acesso à banda larga.

Ainda no evento, o MCom prestou uma homenagem a 50 pessoas e instituições que contribuíram para o avanço do 5G no país. Um dos agraciados foi o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Carlos Baigorri.

5G — Entre as ações apresentadas pelo ministro, a ativação do 5G no Brasil, entre julho e outubro deste ano, foi uma das mais celebradas. Atualmente, cerca de 7 mil antenas da tecnologia estão ativas em todo o país, levando conexão de alta velocidade – cerca de 100 vezes superior ao 4G – para as 26 capitais brasileiras e o Distrito Federal. No total, aproximadamente 50 milhões de pessoas podem ter acesso ao 5G, desde que possuam um aparelho compatível.

Além disso, a internet de 5ª geração irá trazer inovações para os mais diversos setores, como indústria, agricultura, saúde, educação, economia, entre outras áreas.

“Aonde vamos, damos explicação de como foi o leilão no Brasil. Pode mudar qualquer política, mas nada mudará os R$ 42 bilhões captados. Fizemos o melhor leilão de 5G do mundo”, disse Fábio Faria. “Teremos um Brasil conectado, um país do futuro”, completou o ministro.

CONECTIVIDADE — Fábio Faria também destacou o empenho do Governo Federal em levar ações que beneficiem as famílias que mais precisam. Como é o caso do programa Wi-Fi Brasil, que prevê a instalação de internet banda larga em escolas e em praças de todo o país. A iniciativa do MCom leva internet via satélite e via terrestre com velocidade de conexão de até 20 megabites por segundo (Mbps) e beneficia 4,4 milhões de pessoas.

INTERNET BRASIL — Outro anúncio importante foi o início da distribuição dos chips do programa Internet Brasil, que, nesta primeira fase irá atender 6.250 alunos da rede pública que fazem parte do Cadastro Único para Programas Sociais. Estudantes de 15 escolas de Mossoró (RN), Caicó (RN), Caruaru (PE), Petrolina (PE), Juazeiro (BA) e Campina Grande (PB) foram os primeiros beneficiados. Ana Luiza Luz de Oliveira, da oitava série da Escola Municipal Manoel Assis, de Mossoró, no Rio Grande do Norte, recebeu um chip das mãos do ministro.

O projeto-piloto é executado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Os chips com internet gratuita podem ser usados dentro e fora das unidades escolares e o pacote de dados de 20 gigabytes (Gb) será renovado mensalmente, de forma automática. “Estamos levando Internet de graça e educação ilimitada com essa iniciativa”, comentou Fábio Faria.

NORTE CONECTADO — O ministro lembrou, ainda, do programa Norte Conectado, que está levando internet de banda larga para as populações mais distantes. Com 770 quilômetros de extensão, a Infovia 00 conecta Macapá (Amapá) a cinco cidades paraenses — Almeirim, Monte Alegre, Santarém, Alenquer e Curuá, por meio de cabos de fibra óptica submersos no leito do Rio Amazonas. Já a Infovia 01, que liga Santarém (PA) a Manaus (AM), foi iniciada no final de novembro e terá 1.100 quilômetros de extensão. Desses, mais de 730 quilômetros já foram percorridos.

INCLUSÃO — Por fim, o Programa Computadores para Inclusão (CPI), desde 2020, doou mais de 28 mil equipamentos e capacitou mais de 20 mil brasileiros. As máquinas foram entregues para escolas e pontos de inclusão digital, que beneficiaram diretamente a população brasileira.

Participaram do evento os ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira, da Educação, Victor Godoy, da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim, e da Secretaria de Governo Turismo, Célio Faria Júnior. Os secretários do MCom, Estella Dantas (Secretaria Executiva), Maximiliano Martinhão (Radiodifusão) e Nathalia Lobo (Telecomunicações) também estiveram presente e foram homenageados pela Pasta.

Ascom MCom