Varzedo: Padre José Edson fala sobre legado de Santa Dulce

Varzedo: Padre José Edson fala sobre legado de Santa Dulce - varzedo, noticias, celebracao-dulceFoto: Jenilson Pereira/ Tribuna do Recôncavo

O Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Varzedo-BA, Padre José Edson, participou no último domingo, dia 20, em Salvador, da celebração em ação de graças pela canonização de Santa Dulce.

Para ele, o evento foi marcado por muita fé e esperança devido o legado deixado por Dulce, uma mulher que praticou a caridade e viveu de acordo com a palavra de Deus para está presente na vida do povo, principalmente na vida do pobre, sendo um testemunho para a nossa vida nos dias atuais.

“Que procuremos vislumbrar na vida diária a mensagem e o testemunho de fé, esperança, amor e caridade que Santa Dulce deixou para nós, porque o maior testemunho que nós podemos celebrar é a vida dos santos”, concluiu.

Fonte: Tribuna do Recôncavo

Homem que voltou a enxergar após pedido feito a Irmã Dulce conta como tudo aconteceu

Homem que voltou a enxergar após pedido feito a Irmã Dulce conta como tudo aconteceu - noticias, destaque, celebracao-dulceFoto: Jenilson Pereira/ Tribuna do Recôncavo

O baiano José Maurício Moreira, de 50 anos, que voltou a enxergar após um pedido feito a Irmã Dulce, participou neste último domingo, dia 20, em Salvador, da celebração em ação de graças pela canonização de Santa Dulce. Maurício contou que dos 23 a aos 32 anos de idade tratou o glaucoma, mas não teve sucesso.

“Quando eu descobri o glaucoma já tinha perdido grande parte do nervo ótico, tratei durante 7 anos, mas no ano 2000 fiquei cego. Foi muito deprimente e sofredor, porém, 14 anos depois, quando eu já estava conformado com a doença, tive uma conjuntivite horrível, aí fiz uma oração a Irmã Dulce para que ela curasse minha conjuntivite que doía muito, mas ela me deu muito mais do que isso, além de melhorar minha conjuntivite, ela me deu a visão de volta”, disse.

Após a graça alcançada Mauricio comunicou o ocorrido nas Obras Sociais de Irmã Dulce em Salvador, em seguida ele e a sobrinha de Dulce, Maria Rita, levaram o caso para o Vaticano, sendo que ambos foram orientados a guardar segredo, caso contrário o processo seria arquivado.

Após quatro anos de investigação, em março de 2019, o Papa Francisco confirmou como milagre a graça alcançada por Mauricio. O primeiro milagre de Dulce foi divulgado em janeiro de 2001, quando a sergipana Cláudia Cristiane dos Santos foi curada de uma forte hemorragia após o parto.

MENSAGEM DE MAURÍCIO PARA QUEM NÃO TEM FÉ:

“Que mudem essa pensamento porque a fé é uma das menores palavras do nosso dicionário, mas tem um sentido grandioso, remove montanhas. Eu ouvi dos meus médicos que nunca mais eu enxergaria, e foi a minha fé em Irmã Dulce que tá fazendo eu enxergar. Peça que ela está lá esperando o seu pedido. Feche os olhos e peça que ela vai conseguir”, concluiu Maurício.

Fonte: Tribuna do Recôncavo

Ilhéus: Padre e cantor José Cristo grava música em homenagem a Santa Dulce

Ilhéus: Padre e cantor José Cristo grava música em homenagem a Santa Dulce - ilheus, celebracao-dulceFoto: Jenilson Pereira/ Tribuna do Recôncavo

O Padre e cantor José Cristo, da cidade e Diocese de Ilhéus-BA, esteve presente neste último domingo, dia 20, em Salvador, na celebração em ação de graças pela canonização de Santa Dulce. Ao Tribuna do Recôncavo ele falou sobre seu interesse pela história da santa baiana.

“Tenho 63 anos de idade e 34 anos de padre, e desde o começo eu trato de evangelizar através da música. Nessa trajetória eu passei a conhecer a obra de Irmã Dulce e me interessar por essa obra, daí as músicas foram surgindo, tanto minhas quanto de parceiros”, disse.

Para segui-lo é só procurar no Facebook e Instagram por Cristo 2012. Ouça no play abaixo o trecho da música em homenagem a Santa Dulce.

Fonte: Tribuna do Recôncavo

Padre Lourival Hélio fala sobre legado de Santa Dulce, e sobre sua nova missão no Pará

Padre Lourival Hélio fala sobre legado de Santa Dulce, e sobre sua nova missão no Pará - salvador, celebracao-dulceFoto: Jenilson Pereira/ Tribuna do Recôncavo

Durante a celebração em ação de graças pela canonização de Santa Dulce dos Pobres, em Salvador, neste último domingo, dia 20, o missionário palotino, Padre Lourival Hélio, falou sobre o legado deixado pela santa baiana.

“Ela passa a ser um exemplo e mostra para todos nós que é possível sermos santos, como diz Jesus: ‘sejais santos como vosso pai celeste é santo’. Então, a santidade é para todos, basta que nós vivamos o amor e a caridade, procurando olhar por aqueles que mais sofrem, como fez Santa Dulce”, disse.

Padre Lourival Hélio passou um período na Diocese de Amargosa, atuando nas cidades de Nazaré, Muniz Ferreira, Laje e Dom Macedo Costa. Também foi reitor do Seminário Maior. Em seguida foi para uma missão no Maranhão e agora está sendo enviado para a cidade de Araponga, no Estado do Paraná.

“Que Deus possa me fortalecer na minha caminhada, e que eu possa olhar os passos de Santa Dulce para viver melhor o meu sacerdócio”, concluiu o Padre Lourival.

Fonte: Tribuna do Recôncavo

Após conhecer obras de Santa Dulce Isabela Ribeiro convida baianos a fazer o mesmo

Após conhecer obras de Santa Dulce Isabela Ribeiro convida baianos a fazer o mesmo - salvador, celebracao-dulceFoto: Jenilson Pereira/ Tribuna do Recôncavo

Durante a celebração em ação de graças pela canonização de Santa Dulce, realizada em Salvador, neste último domingo, dia 20, Isabela Ribeiro, que trabalha na Congregação das Irmãs Franciscanas, em Salvador, falou que conheceu o trabalho de Irmã Dulce há pouco tempo, “mas é uma mulher que temos que aplaudir de pé devido as coisas bonitas que ela fez pelos pobres”.

“A história dela é muito bonita, quem não conhece é bom conhecer porque foi uma pessoa extremamente dedicada a todos os pobres e vulneráveis. Eu tenho a honra de morar pertinho da obra dela e sempre que posso eu vou lá visitar as pessoas no hospital”, disse.

MENSAGEM DE ISABELA PARA OS BAIANOS: “Que eles procurem viver essa fé e procurem conhecer a história de Irmã Dulce, porque é uma história muita bonita que todos nós devemos conhecer para que a gente possa levar o nome dela para todos os povos”. Isabela concluiu lembrando que pediu uma graça a Santa Dulce e espera ser atendida.

Fonte: Tribuna do Recôncavo

Caravanas chegam cedo para participar da celebração em homenagem a Santa Dulce

Caravanas chegam cedo para participar da celebração em homenagem a Santa Dulce - noticias, destaque, celebracao-dulce, bahiaFoto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

A celebração em ação de graças pela canonização de Santa Dulce dos Pobres reuniu uma multidão em Salvador, neste último domingo, dia 20. Mesmo sabendo que os portões seriam abertos às 12h30, muitas pessoas chegaram cedo, formando uma fila enorme em frente a Arena Fonte Nova, a exemplo da caravana da cidade de Uibaí, Diocese de Irecê, na Bahia.

Ao Tribuna do Recôncavo, Vanessa Machado falou que valeu a pena pegar a fila e enfrentar o calor. “Mesmo diante do sol tá sendo maravilhoso está aqui, pois sei que chegando lá dentro da arena vai compensar tudo o que a gente tá passando aqui”, disse.

Sobre o legado deixado por Irmã Dulce, Vanessa ressaltou que cada um de nós deve tentar fazer um pouco do que Dulce fez. Indagada sobre o seu sentimento por está participando da celebração, Vanessa disse: “É um pouco difícil descrever o que a gente sente, mas é muita alegria e muito amor no coração o que a gente tá sentindo por participar dessa celebração”, concluiu.

Fonte: Tribuna do Recôncavo (mais…)

Voltar à página inicial