O caso do estupro de uma jovem de 19 anos, com deficiência intelectual, em Feira de Santana (BA) teve mais um fato novo. Na tarde desta terça-feira, dia 24, a casa do acusado, situado no distrito de Humildes, foi incendiada. O suspeito fugiu após ser denunciado.

Moradores encapuzados invadiram o local e queimaram móveis e colchões. O acusado fugir na companhia da esposa, tia da vítima. A mulher é apontada como autora do vídeo que mostra o marido tendo relação sexual com a jovem.

Conforme a delegada adjunta da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), Klaudine Passos, a suspeita é que a vítima era abusada pelo homem há um ano. A informação foi obtida após depoimento da prima da vítima. A depoente disse ainda que o acusado chegou também a oferecer dinheiro [R$ 200] a ela para ter relações sexuais. O caso segue em investigação.

Redação: Bahia Noticias | Informações: Acorda Cidade