Suspeito no caso das manchas de óleo nas praias do Nordeste, o navio grego Bouboulina carregou 1 milhão de barris do petróleo tipo Merey 16 cru no Porto de José, na Venezuela, no dia 15 de julho.

De acordo com a publicação, zarpou no dia 18 com destino à Malásia. A embarcação Bouboulina teria passado a oeste da Paraíba em 28 de julho e as primeiras manchas de óleo apareceram em praias de Conde, no estado, em 30 de agosto.

Os investigadores estimam que, ao todo, 2,5 mil toneladas de óleo foram derramados no oceano pelo navio Bouboulina. A Polícia Federal ainda não sabe, entretanto, se o houve um acidente ou vazamento do navio.

Fonte: Bahia Noticias | informações: G1