A secretária de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques, foi nomeada nesta quarta-feira, dia 29, pelo presidente Jair Bolsonaro como nova presidente da Caixa Econômica Federal, em substituição a Pedro Guimarães, que pediu demissão após denúncias de assédio sexual.

A exoneração de Guimarães e a nomeação de Daniella Marques foram publicadas no final da tarde em edição extra do “Diário Oficial da União”. A economista Daniella Marques está no governo Bolsonaro desde o início do mandato do presidente. É uma das assessoras de maior confiança do ministro Paulo Guedes, da Economia.

Ela começou como chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos, em janeiro de 2019. Da equipe original de Guedes, grande parte já deixou o governo. O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, oficializou o pedido de demissão nesta quarta-feira, dia 29, após denúncias de assédio sexual e moral. O pedido foi feito por uma carta.

Redação: Metro1 | Informações: G1