Nesta sexta-feira (23/08), aconteceu em grande estilo a abertura da Bienal de Veneza na Itália com a 2ª Edição da Exposição Eclética, organizada pelo artista italiano Mestre Giuliano Ottaviani, presidente da Associação Cultural Eclética World Itália, que esteve recentemente no Brasil realizando o Projeto Grande Prêmio Giuliano Ottaviani, divulgando artistas baianos.

Obras de artistas baianas foram expostas neste grande evento cultural de cunho internacional, dentre elas, obras de Marly Ramos (coordenadora e representante da Eclética no Brasil com suas obras Orquídeas poéticas, produzidas com técnicas de pintura guache e aquarela), como também de Ana Francisca Rocha e da escritora romancista Simona Adivincula, baiana residente em Milão.

Para Marly Ramos é motivo de grande satisfação a participação com suas obras nesta Exposição, o que fortalece e incentiva a sua trajetória artística. Residente em Salvador, Marly possui um vasto currículo artístico que inclui trabalhos em diversas áreas: na literatura, no teatro, na música e nas artes plásticas, tendo sido destaque a nível nacional e internacional.

Matéria: Maria do Carmo/ Tribuna do Recôncavo

Artista baiana Marly Ramos participa da Bienal de Veneza na Itália - noticias, literatura, bahia

Obras de Marly expostas na Bienal de Veneza na Itália

Artista baiana Marly Ramos participa da Bienal de Veneza na Itália - noticias, literatura, bahia

Certificado de Marly sendo recebido pela artista Ana Francisca na Bienal de Veneza na Itália.