Em comunicado aos consumidores, a Americanas S. A. negou no sábado, dia 21, que irá falir. A empresa reforçou que todos os canais de atendimento — site, aplicativo e lojas físicas — seguem funcionando normalmente. Na última quinta-feira (19), a Americanas entrou com pedido de recuperação judicial no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em caráter de urgência. O valor total da sua dívida é de cerca de R$ 43 bilhões.

“A Americanas segue operando normalmente, mantendo seu propósito de entregar a melhor experiência. Os clientes podem comprar produtos e serviços disponíveis em diversas unidades da Americanas próximas e também no site e app da marca”, indicou o comunicado.

Ainda segundo a nota, a recuperação judicial é uma forma de empresas viáveis economicamente seguirem com suas operações, com seu caixa preservado e negociando soluções com seus credores. A empresa ainda tentou acalmar os consumidores afirmando que seus direitos não serão “extintos” pela recuperação judicial. Também foi reforçado que os clientes podem procurar o atendimento em caso de problemas.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1