Após quase três meses de incerteza sobre o futuro do circuito Barra-Ondina, os foliões já têm uma resposta. Na manhã desta sexta-feira, dia 19, durante o lançamento do Salvador Capital Afro, o prefeito Bruno Reis anunciou que não haverá tempo hábil para que a mudança ocorra no próximo Carnaval e, por isso, o circuito Barra-Ondina será mantido.

“Não tinha como dar uma posição com menos de um mês. Diante dessa posição e de conversa com diversos setores, anunciou que o Carnaval de 2023 vai permanecer no circuito Barra-Ondina”, anunciou o prefeito. Bruno Reis elogiou o projeto enviado pelo Comcar e informou que ele previa soluções para transito, montagem, desmontagem e distribuição de ambulantes, “mas, diante da magnitude do projeto, não havia como dar uma posição”. As discussões iniciais apontavam para um trajeto que começava pouco depois do Centro de Convenções e iria até a Terceira Ponte de Patamares.

Os trios, camarotes e grandes estruturas do Circuito Dodô seriam distribuídos nesses quase 4 km de circuito. Durante o evento, o prefeitou aproveitou para anunciar a homologação da requalificação deste trecho da obra. Artistas como Bell Marques, Luiz Caldas e Felipe Pezzoni, da Banda Eva, já tinham se posicionado contra a mudança para a Boca do Rio. O ex-vocalista do Chiclete com Banana chegou a afirmar que a medida seria precipitada e era preciso ter cuidado para não “acabar destruindo tudo”.

Metro1