Uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira (07), sobre o caso Neymar aponta que o público acredita na inocência do jogador da seleção brasileira e do PSG. De acordo com a Paraná Pesquisas, 62,8% dos entrevistados consideram o craque inocente na acusação de estupro da modelo Nájila Trindade.

Apenas 14% considera o atleta culpado, enquanto 23,2% não soube ou não respondeu. A margem de erro é de aproximadamente 2% para os resultados gerais. A pesquisa entrevistou, por telefone, 2.071 pessoas, de ambos os sexos, com idades a partir dos 16 anos, espalhadas em 180 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal. O trabalho foi realizado entre os dias 4 e 6 de junho.

A modelo Nájila Trindade registrou queixa na última sexta (31), numa delegacia em São Paulo. Ela acusa Neymar de estuprá-la quando os dois se encontraram no quarto do hotel onde estava hospedada em Paris, na metade do mês de maio.

Bahia Noticias