O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), anunciou nesta quinta-feira, dia 29, os nomes da senadora Simone Tebet (MDB) e da deputada federal Marina Silva (Rede), para comporem ministérios de seu governo. O anúncio foi feito na sede do gabinete de transição, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília. O nome mais esperado era o da senadora Simone Tebet (MDB) que, após muitas discussões entre a cúpula do PT e da própria sigla da senadora, ela irá comandar o ministério do Planejamento.

A ideia da emedebista era assumir uma pasta na área social, mas enfrentou resistência por parte do partido de Lula, e acabou aceitando o convite para outro ministério, com a condição de que o Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) fosse ligado a pasta que irá comandar, para dar mais relevância ao seu ministério, mas isso ainda não ficou definido oficialmente. Inicialmente, o programa está sob o guarda-chuva da Casa Civil de Rui Costa.

Além de Tebet, também foi confirmado o nome de Marina Silva que volta para o ministério do Meio Ambiente após 14 anos. A ambientalista já havia comandado a pasta entre 2003 e 2008. Com os 16 nomes divulgados nesta quinta-feira, Lula fecha a montagem de seu novo governo, totalizando assim 37 ministérios.

Confira todos os nomes divulgados:

Planejamento e Orçamento: Simone Tebet – senadora (MDB) e advogada

Meio Ambiente : Marina Silva – deputada federal (Rede), ambientalista e historiadora

Transportes: Renan Filho – senador (MDB) e economista

Cidades: Jáder Filho – presidente do MDB do Pará e empresário

Previdência: Carlos Lupi – presidente nacional do PDT e professor

Agricultura e Pecuária: Carlos Fávaro – senador (PSD) e agrônomo

Minas e Energia: Alexandre Silveira – senador (PSD) e advogado

Pesca e Aquicultura: André de Paula – advogado

Desenvolvimento Agrário: Paulo Teixeira – deputado (PT) e advogado

Turismo: Daniela do Waguinho – deputada federal (União) e pedagoga

Comunicações: Juscelino Filho – deputado federal (União) e médico

Comunicação Social: Paulo Pimenta – deputado federal (PT) e jornalista

Esporte: Ana Moser – ex-jogadora de vôlei

Povos Indígenas: Sonia Guajajara – deputada federal (Psol) e educadora

Integração Nacional: Waldez Goés (PDT) – governador do Amapá

Segurança Institucional: General Gonçalves Dias

Além dos ministros e ministras, o presidente eleito anunciou os três nomes que irão exercer papeis de liderança no Congresso Nacional:

José Guimarães – líder do governo na Câmara

Jaques Wagner – líder do governo no Senado

Randolfe – líder do governo no congresso

Bahia Noticias