Na tarde desta sexta-feira, dia 16, policiais rodoviários federais faziam fiscalização na altura do quilômetro 830 da BR 116, trecho do município de Vitória da Conquista (BA), quando abordaram um ônibus que seguia de Guariba (SP) com destino a cidade baiana de Tapiramuta.

Ao subirem no veículo, a equipe realizou os procedimentos de fiscalização, e com uma das passageiras foi encontrada uma ave conhecida popularmente por arara maracanã. O pássaro estava confinado dentro de uma bolsa de viagem, ambiente escuro e sem a ventilação adequada.

Dada às circunstâncias, a mulher de 52 anos de idade assumiu a responsabilidade pelo aprisionamento ilegal do animal. Ela disse que já cria a arara há mais de dez anos. Em seguida, foi lavrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência e a infratora responderá na Justiça por crime contra o meio ambiente (Lei 9.605/98). O pássaro foi encaminhado aos cuidados do órgão ambiental CETAS.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: PRF