Professores, estudantes, representantes de sindicatos e associações, participaram em Santo Antônio de Jesus, na manhã desta quarta-feira (15/05), de um ato em defesa da educação pública e contra a reforma da previdência.

Para Jucilane Barreto, representante da APLB, o movimento superou a expectativa. “Foi como a gente esperava, os estudantes e trabalhadores foram as ruas mostrar a esse desgoverno que está aí que a educação merece respeito. A educação tem que ter qualidade, pois a educação pública é essencial para o filho do trabalhador”, disse.

Ainda segundo Jucilane, os manifestantes protestaram contra os cortes de 30% nas verbas das universidades federais e institutos, e contra a reforma da previdência que está aí para acabar com o trabalhador, principalmente o professor e o trabalhador rural.

Alunos do Colégio Estadual Rômulo Almeida, que foi demolido para ser reconstruído, reivindicaram do Governo do Estado celeridade nas obras de reconstrução. Os manifestantes também protestaram contra os cortes de verbas das universidades estaduais feitos pelo Governo da Bahia.

Entre as faixas levadas as ruas, estavam:

  • “Senhor presidente, são os livros, não as armas que mudam o país”.
  • “Os professores, os alunos, a direção e a comunidade, junto a APLB-Sindicato luta pela reconstrução do Colégio Estadual Rômulo Almeida”.
  • “Docentes da UFRB contra os cortes de verbas em defesa da Universidade Pública”.

Redação: Tribuna do Recôncavo | Informações: Felipe Pereira/ Clube FM