A partir do dia dois de janeiro de 2023 os palanques do Partido dos Trabalhadores da Bahia, das legendas aliadas e da Federação Brasil da Esperança, formada pelo PT, PV e PCdoB, começam a ser construídos na Bahia.

Segundo o presidente estadual do PT, Éden Valadares, o partido não vai esperar o calendário eleitoral para iniciar as articulações. O dirigente estadual afirmou ainda que é importante saber aproveitar o saldo da campanha vitoriosa do PT ao governo do estado, que elegeu Jerônimo Rodrigues, para iniciar o processo de discussão das sucessões municipais.

“A eleição é vitoriosa, nós temos que celebrar a militância. A militância do PT, dos nossos partidos merecem celebrar a vitória. Tenho dito isso nos nossos fóruns: não podemos sair de uma vitória desse tamanho achando motivo para perder”, destacou Éden ao afirmar que é necessário “tirar aprendizado” do resultado do pleito deste ano.

Tribuna do Recôncavo